Blog em Manutenção:

Blog em manutenção, desculpe-me o constrangimento... Em breve o novo design estará pronto, obrigado pela atenção.

De Novo em Minas:

...**...

Minas Gerais... Estou chegando... O que poderia ser melhor do que isso? Oh, droga, estou tentando evitar o pior que pode acontecer...

...**...

Estou certo de que minha vida agora está em ordem, finalmente né, por tudo o que aprendi nesse mês sofrido que passei aki em São José dos Campos, não poderia acontecer de outra forma.
Mas eu continuo causando muita dor ao meu redor, pelo menos imagino, sabe porque?
Muitas pessoas tentam se mostrar firmes quando vc toma uma decisão indesejada, às vezes elas tinham planos e acabaram percebendo esses planos desaparecerem porque você impediu o fluxo com sua decisão. E dizem que está tudo bem, mas quem é que pode saber o que realmente se passa dentro delas neste momento?
É, eu terminei mais um namoro...
Porque?
Por tenho esperanças em Minas que até então eu acreditava estarem mortas.
Vocês leram o poema do post abaixo? (Cowboy em Mim)... Pois bem!
Eu vou passar um mês feliz, ao lado de quem realmente amo, mas...
Quando este mês acabar... A saudade voltará a me machucar, e ela virá em dobro (interrogação ou afirmação, ainda não sei)...

Mas eu prometi que não iria mais escrever sobre aquilo que eu não quero, pois falando, posso atrair o indesejado, é a lei da atração (eu li o livro o segredo tá?), então, vamos ao que interessa!
O universo está me dando esta oportunidade de colocar as coisas no lugar e eu ainda não sei o que devo escolher.
Entre ficar perto do menino dos meus sonhos ou passar longos anos distante aprendendo a falar Inglês, (outro sonho)... O que fazer?
Vidaaaaaaa! Acordaaaaaa! Porra!
Eu quero as duas coisas juntas!
Eu quero as duas coisas juntas!
Mas infelizmente não poderei ter, tenho que escolher.
É uma faca de dois gumes, então em qual lado me cortar para doer menos?
(as lágrimas turvam nos olhos neste momento)

...ainda poderá ser acrescentado algo mais neste post...
Leia Mais...

Cowboy em Mim:

...**...

Quando minha vida está se arrumando você aparece na minha cabeça.
E eu fico lembrando de nós dois.
Do que te disse na beira da água.
De quando te abracei pela primeira vez.
E eu me perco...
Você não quis que fosse para sempre?
E agora eu brigo, eu bato forte com minhas mãos na parede.

Eu não sei o porque de eu agir dessa maneira
Como se eu não tivesse uma única coisa a perder
Às vezes sou o meu pior inimigo
E acho que é exatamente o cowboy em mim


Eu tenho uma vida que a maioria gostaria de ter
Mas às vezes eu ainda acordo brigando como louco
Nesta estrada eu ainda estou indo para onde ela me levar.
E acho que é exatamente o cowboy em mim

A vontade de correr, a inquietação
O coração de pedra que às vezes eu tenho
As coisas que eu fiz por orgulho besta
Para mim, que nunca está satisfeito
O cara que está no espelho, quando eu não gosto do que vejo
Eu acho que é exatamente o cowboy em mim

Menino, eu sei que há tempos você deve ter pensado
Não há uma linha que você desenhou que eu não tenha cruzado
Mas você meche com a cabeça para ver o amor pela metade
E acho que é o cowboy em você

Nós montamos sem nunca nos preocupar com a queda
nós freiamos com uma chicoteada da vida
E eu sei que é exatamente o cowboy em todos nós!

(Este poema é uma mistura da tradução da música "Cowboy in Me" do cantor "Tim Mcgraw" com algumas palavras expressadas pelos meus sentimentos, portanto o crédito deixa de ser 100% meu, ok?)
Leia Mais...

O Novo Namorado:

Se as loucuras que meu coração insiste em acreditar se tornassem formas sólidas e se apresentassem para as pessoas ao meu redor, certamente todos vocês iriam se perguntar como eu consigo viver dessa forma.
Eu tenho um probleminha que se chama esquizofrenia bipolar, que não é nada de mais, mas que me faz ver a realidade de uma forma diferente (por isso achei interessante criar o Visão de Mundo, para mostrar a vocês um pouco desta realidade).
E nessa realidade tudo tem uma outra cor. Costumava ser escuro e sombrio mas se tornou colorido, então essa mistura de cores dentro de mim me fez sentir cada vez mais confuso em relação a vida.
Se o ser humano procurar um acordo para harmonizar suas necessidades, seus medos e seus sonhos ainda não realizados, certamente iria se deparar com o mesmo sentimento que estou tentando compartilhar agora.
Parece uma aversão a tudo aquilo que é normal, parece, mas não é, pois na verdade tudo é uma questão de organização. Sou muito desorganizado com minha mente. Deixo a cabeça mandar nos assuntos do coração, crio dores incuráveis para viver, gosto do sofrimento que me causo e ainda consigo dar um jeito de envolver outras pessoas nessa minha fantasia quase real.

Minha vida teve uma mudança brusca ultimamente. Saí de Minas Gerais à passeio, mas resolvi ficar de uma vez por todas aqui em São José dos Campos. Mas qual seria o motivo?
Eu deixei muitas coisas ainda não resolvidas para trás. Não posso dizer que vim com o coração vazio, pois não vim. E tudo aquilo que se encontrava dentro dele se tornou passado de uma forma tão rápida que eu ainda não posso compreender direito.
Eu tinha pessoas, sentimentos, responsabilidades, compromissos...
E deixei tudo de lado para viver uma nova história de amor.

É verdade, conheci um rapaz lindo na balada e quando eu pensei que ficaria com ele apenas por uma noite, o destino me jogou o laço, e agora estamos namorando.
O Júlio é alguém que guardei dentro do coração, alguém que fez meu corpo se estremecer de prazer, alguém que foi sincero comigo a ponto de me deixar apaixonado.
E estou estou gostando muito do que estou vivendo ao lado dele.
Mas...
A vida não é um mar de rosas e eu particularmente preciso de drama para viver, sem excessões, para viver qualquer coisa, até mesmo um relacionamento.
Posso me sentir satisfeito com alguns problemas que enfrentamos juntos, principalmente aqueles que surgem na cama (ele vai me matar por eu estar dizendo isso, rsrsrs) e com isso nosso namoro vai indo bem, muito bem afinal.
Vocês podem não entender o motivo de eu não curtir a felicidade completa ao lado de alguém. Mas vou tentar explicar:
Tudo o que eu já vivi, tudo na vida mesmo, foi envolvido em dificuldades. No início eu chorava, me sentia mal, desejava não viver mais e quando minhas tentativas não deram certo fui obrigado a seguir de uma outra forma. De fato, eu me apaixonei por toda a dor que eu carregava e me acostumei com isso.
Eu não gosto de nada fácil e para mim tudo tem que parecer um desafio!
Acho que ninguém merece aparecer em minha vida do nada e me envolver completamente, sem nenhuma prova de que me ama de verdade e sem nenu esforço.
Com o foi assim, eu não entreguei os pontos logo de primeira, pelo contrário, de cara já mostrei a ele todos os desafios que alguém precisa enfrentar para merecer o meu carinho.
Se passou um tempo até que eu aceitasse o pedido de namoro dele. Afinal, com todo o conhecimento que eu tenho sobre os meninos, não poderia simplesmente acreditar de primeira.
Mas ele foi um grande guerreiro em conseguir provar para mim que merecia, e eu? Quando senti confiança para me entregar, fiz isso repentinamente e mergulhei de cabeça!
Agora nem me importo mais com os desafios, com os entraves e com as diferenças.
Sei que sou bastante influente e que posso continuar levando isto a sério numa boa.
Pois afinal, estou perdidamente envolvido e apaixonado.
Creio que isso vai durar muito, mas sei também que não depende só de mim.
Leia Mais...

A Solução Para a Violência:


Olá queridos leitores do Visão de Mundo, hoje estou aqui para falar sobre um tema que a muito tempo tenho vontade de descrever e dar minha opinião, mas nunca tive oportunidade e interesse o suficiente para tal. Mas agora minhas ideias estão prontinhas para vocês e eu gostaria de compartilhar minha sabedoria sobre um assunto que causa muita polêmica atualmente: A Violência no Brasil.

Primeiramente, vamos levar em conta que existem dois lados consideráveis: O daqueles que sofrem com a violência e o daqueles que causam a violência, concordam? Pois bem.
Muitos de vocês devem levar uma vida honesta, envolvida com o trabalho e com a responsabilidade. Muitos de vocês lutaram a vida toda para conseguir o que hoje possuem, e vocês sabem o quanto foi duro chegar até onde se encontram no momento, não é mesmo?
E muitos também conhecem o quanto é humilhante ser abordado por um vagabundo armado e ser obrigado a entregar todo seu dinheiro, objetos de valor e até mesmo as roupas que estão vestidos. É uma triste realidade, mas acontece e está bem diante de nosso nariz.
Então, o que todo Brasileiro deseja?
Segurança!
Em casa, nas ruas, nos centros comercias e em qualquer lugar que possa ser viável. Essa é uma verdade que você e qualquer outro que possa estar lendo vai concordar: O Brasileiro precisa de segurança!
Mas é aí que o verdadeiro problema começa.
Porque?
Porque o governo investe milhões na segurança do país mas não se dá conta da verdadeira causa da violência urbana, que na minha opinião, é a falta de condições de vida que muitos são submetidos.
Muitos de vocês levam a vida numa boa, com suas casas que mais parecem uma fortaleza, seus salários de alto valor, com fartura, condições favoráveis, enfim, com tudo o que precisa para ter mordomia e bem estar.
Mas vocês são capazes de olhar para o rosto de um bandido na tela da tv e tentar entender o motivo de ele estar agindo daquela forma? Matando, roubando, praticando a violência?
Não, você não entende a vida daquela pessoa e não é capaz de se colocar no lugar dela. Você apenas julga, se comove com o que ela fez de errado e se convence de que seu lugar é na cadeia, junto com os outros "bandidos"!
Bem, mas não se preocupe, esse tipo de pensamento é comum entre os Brasileiros.
Mas o fato é que por trás das câmeras e da mídia que divulga os acontecimentos existe uma vida em jogo, a vida de um ser humano. A vida de um ser humano que na maioria das vezes vive em uma periferia, sem condições de trabalho, sem comida, sem moradia, sem estudo e sem uma estrutura governamental para o apoiar e dar a ele o direito de ser um cidadão de verdade.
Você com certeza já deve ter assistido a um filme Brasileiro que mostra a realidade sofrida dessas pessoas, não é? Pois bem, meu Deus! Está óbvio a solução mas ninguém pode enxergar!

O GOVERNO NÃO TRATA A CRIMINALIDADE COMO UM PROBLEMA A SER RESOLVIDO E MUITO MENOS OS QUE FAZEM PARTE DELA COMO GENTE! ELE CRIA MEIOS PARA EXTERMINAR ESSA POPULAÇÃO CARENTE QUE APENAS PRECISA DE CONDIÇÕES DE VIDA! SÓ ISSO...

Vocês podem imaginar o quanto o sistema gasta com a segurança, com armamento, com os salários dos policiais, com treinamentos de choque, vestimentas, blindagens de automóveis e todos aqueles outros materiais em que eles acreditam ajudar a garantir a segurança aos cidadãos? Não, é uma quantia muito grande, que nem eu mesmo posso imaginar...
E vocês já pararam para pensar na forma em que eles agem para cumprir esta tarefa de trazer segurança a população? Existe uma guerra entre o tráfico e o governo. A polícia pressiona, os marginais revidam e um processo sangrando entra em andamento.
Mas me digam, este combate violento conseguiu resolver alguma coisa? Parece que a violência está cada vez maior não é mesmo? Mas porque? Porque quanto mais sangue se derrama, mais revolta se introduz na mente das pessoas. E não é só quem "merece" não, inocentes também morrem nesses sistemas de segurança, pois existe um preconceito que afirma que os que estão dentro de uma favela são criminosos.
Todo o dinheiro que circula dentro desse combate poderia ser usado de outra forma.
E nada me faz desacreditar que com uma condição de vida, as pessoas que praticam a criminalidade deixarão de agir assim. Pois todos somos seres humanos e só desejamos a felicidade.
Então porque não investir em moradia, em condições de trabalho, condições de estudo, direitos humanos. porque não melhorar a auto estima dessas pessoas, dando a elas uma educação favorável? Mas não...
Existem milhões de favelas no Brasil, onde o crime é a única lei de sobrevivência, e o governo não se preocupa nas condições de vida dessas pessoas pois o fato de o país precisar de segurança se tornou uma prioridade tão ignorante que ao invés de ajudar acaba por construir na sociedade mais e mais delinquentes, por meio da opressão, discriminação e revolta.
Pois enquanto esse sistema de segurança está favorecendo aqueles que são socialmente aceitos ao mesmo tempo está derramando o sangue e causando a morte de muitos outros, que são mal tratados e baleados dentro das periferias.
É uma questão de humanidade pessoal, e é tão simples! Basta pensar no bem comum ao invés de continuar nesse processo inconsciente de reclusão.
Então porque não mudar essa realidade?

Violência gera mais violência, não importa a justificativa que as pessoas, ou o governo possa usar para cometê-la!
Leia Mais...

Preconceito Religioso:

A Opinião da Igreja Católica Sobre a Homossexualidade:

Bem pessoal, esta matéria pode parecer um pouco constrangedora, pois apesar de sermos homossexuais, também necessitamos de Deus.
Muitos seguem a religião católica, isto eu respeito, mas vocês já procuraram saber o que eles dizem sobre o homossexualismo? Pois bem!
Os textos abaixo foram retirados de um site católico.
Quando li, fiquei de queixo caído, reafirmei minha idéia sobre o catolicismo, e percebi que seria bom para mim ficar longe dessa religião.
Respeito a opinião de todos, mas seria importante que cada um de vocês lessem com atenção os textos abaixo:


A propagação do homossexualismo:


O homossexualismo vai diametralmente contra a Palavra de Deus e o ensino da Igreja. Sua prática é um desvio das leis naturais de Deus, que criou homem e mulher. A legalização desta prática anticristã é totalmente absurda.


By Emerson Oliveira.

* Espera aeh, o homossexualismo pode ir contra os ensinamentos da igreja, da igreja, mas jamais poderia ser contra a "Palavra de Deus" ou seja, isto não significa que o homossexualismo é errado aos olhos de Deus. Isto é uma opinião da igreja, da igreja... Que se auto considera a única religião verdadeira e pregadora da verdade. ( a Católica). Isto é uma grande falta de respeito as outras religiões, não cristãs por exemplo, só para começar. ( Pensem sobre o que o catolicismo fez com os não cristão na época da inquisição, que netnderão o que estou dizendo.)


A mudança de vida dos homossexuais:

(Condensado e compilado de várias fontes)


É verdade que a Bíblia, a Tradição e o Magistério da Igreja mostram claramente que o homossexualismo é errado. Mas Deus, o Deus da Bíblia, tem consideração para com as fraquezas da humanidade. Ele é Deus de amor. Por isso não rejeita a ninguém como totalmente irredimível. As Escrituras mostram que o homossexual, para obter a aprovação de Deus, precisa mudar. Mas a Bíblia revela também que tal mudança é possível.

*O primeiro parágrafo afirma que o homossexualiasmo é errado e que um gay deve mudar (Ou seja, virar hétero) se quiser ter a aprovação de Deus. Mas o que afirma isso são as escrituras (que realmente existiram mas que foram modificadas pelo catolicismo) que os católicos se apoiam para justificar suas verdades. Isto não significa que isso seja uma vontade do verdadeiro Deus, ou seja, aquele que criou o céu e a terra, o Deus que apenas deseja que os humanos amem uns aos outros, incondicionalmente, entendem? Bem, vamos continuar com o texto.

No entanto, muitos homossexuais argumentam que não podem mudar. De fato, dizem assim que a Bíblia está errada. Alguns afirmam: “Não posso fazer nada; nasci homossexual.” Ou podem dizer que o homossexualismo é o resultado do modo em que foram criados. Sem dúvida, há muitos fatores sociais e emocionais envolvidos em alguém passar de relações heterossexuais para homossexuais, e a causa básica do homossexualismo talvez nem seja conhecida. Mas, ninguém deve argumentar de modo fatalista que ‘não pode fazer nada’. Por que não? Porque o peso da informação disponível concorda com a Bíblia: Os homossexuais PODEM mudar. Nada senão a própria pessoa obriga alguém a permanecer homossexual. Parece-lhe esta declaração forte demais?

* Estão vendo? Mais afirmativas que reafirmam a idéia de que um gay deve "mudar", nem é preciso explicar mais sobre isso neh? Já está bem claro.
As atrações homossexuais eróticas podem surgir por vários motivos que podem ser compreendidas, tanto psicologicamente e emocionalmente. Às vezes, elas são temporários – especialmente para os adolescentes -, mas para algumas pessoas, os sentimentos homossexuais são profundamente enraizados e difíceis de superar. A Igreja diz que não é um pecado ter tais atrações (especialmente se o elemento erótico não é deliberadamente cultivado), mas é uma desordem de objetivo, um problema.
* Eles consideram a atração homossexual como sendo uma desordem, um problema, afirmam a ideia de que sentimentos homossexuais são difíceis de se superar, como se ouvesse um problema em ter sentimentos. Isto mostra claramente o preconceito da igreja que considera "normal", religiosamente, somente as atrações heterossexuais. Enquanto aos sentimentos, seriam apenas os gays os portadores de sentimentos enraizados e dificeis de se superar? Não, podemoos ver claramente o quanto uma relação heterossexual possui estes problemas sentimentais, também.


O Ministério da Saúde adverte: pecar é o que importa:


O Ministério da Saúde resolveu “sair do armário”. Agora estão abertamente fazendo apologia ao homossexualismo com o pretexto de preocupar-se que os mesmos transem com responsabilidade.
As emissoras de televisão estão passando propagandas sobre este assunto. São dois rapazes que interpretam um par de homossexuais.
Um está do lado de fora do restaurante enquanto o outro o espera lá dentro. Ao receber a ligação do “namorado”, o rapaz sai do estabelecimento. Mas neste trajeto, o outro que está ao lado de fora “bate um papo cabeça” com a camisinha que está no seu bolso. Diz para ela que seu par é um gato e que terão responsabilidade na hora H. Quando o rapaz chega, dá um abraço apertado em seu parceiro.

*Nossa, realmente a editora deste texto está completamente fora de si, não é mesmo?

O homossexualismo existe, sim, ele existe, mas suas opiniões preconceituosas não farão com ele deixe de existir minha amiga. Agora... Recriminar esta atitude do ministério da saúde? O ministério da saúde tem total razão, deve-se preocupar com a segurança dos relacionamentos sim! Sendo a pessoa hétero, gay ou bi. Esta preocupação é social, não religiosa. Vocês católicos não devem simplesmente impor suas morais e dizerem que a sociedade caminha contra Deus por não seguirem tais preceitos. Vocês não são os donos da verdade como pensam, e isso eu já disse antes.

Que romântico, não? O que os pais dirão aos seus filhos quando perguntarem se “aquilo” tá certo? Para mim, isso não passa de um totalitarismo, de uma ditadura imposta pelo governo petista de que temos que aceitar tudo quanto “é normal”. Passam, assim, por cima dos valores cristãos, familiares, éticos e morais. Mas pra eles não importa valores, a não ser que estes sejam monetários.

É certo que muitos dirão que sou preconceituosa por escrever estas linhas, irão me acusar de homofóbica (outra lei que o governo lulista quer impor como se os homossexuais não tivessem direitos adquiridos. Lei essa que é uma forma de nos fazer engolir o errado como certo, que quer nos dizer como devemos agir na educação dos nossos filhos, como devemos divulgar as Verdades Evangélicas) porém, pergunto-me se os mesmos que afirmarem isso não pararam em nenhum momento pra pensar que este tipo de atitude é imoral.

*Não, isto não passa por cima de nenhum valor, pelo contrário, incentiva as pessoas a se cuidarem e reflete uma imagem positiva sobre opções sexuais, que devem ser aceitas e respeitadas por todas as pessoas. O que os pais dirão aos filhos? Bem, o certo e o errado depende do ponto de vista de cada um, o que importa é que nossas escolhas não nos prejudiquem. Os pais devem orientar seus filhos, explicar a situação e deixar que o filho forme sua própria opinião sobre o assunto. Mas com certeza um pai católico diria ao filho que aquilo está errado, sim, com certeza, este é o mal que vocês fazem ao mundo, manipula a opinião das pessoas e incentiva o preconceito. Vocês se consideram os donos da verdade, lembra?

Enquanto a homofobia, você diz ser imoral o total apoio a um homossexual? Você que deveria pensar sobre as pressões que os homossexuias sofrem minha cara, muito são até espancados, muitos não tem direito a uma educação decente, a maioria deles sofrem preconceito. A moral católica é que passa por cima de todos estes valores, simplesmente por desejar impor esta verdade opressora e preconceituosa a toda a sociedade, acreditando que um dia todos se converterão, encontrarão o caminho da salvação e assim, não existirão mais homossexuais no mundo. Esta lei está mais do que certa!

* Ah, outra coisas, acima você mensiona sobre valores monetários não é mesmo? Pois bem, me explique o motivo de tranta riqueza da igreja então! Rsrsrsrs!

A vontade de Deus não interessa ao Ministério da Saúde. Para ele, o que importa, é o pecado. Certamente seus membros continuarão a estimular o relacionamento homossexual, o uso da camisinha e dos contraceptivos, o aborto, a destruição da moral e da ética, continuarão a estimular os homems de pouca fé (e atitude) a caminharem “felizes” para o inferno.

Quanto mais aumentarão a chaga do Coração Sagrado de Jesus?

*Bem, esta é a sua crença, sua opinião, blz, tudo bem, respeito, mas... Pense melhor antes de escrever tais matérias, pois assim como sua igreja, os homossexuais também fazem parte de uma comunidade, unida, com um fim, lutar pela sua liberdade e defender suas concepções. Nós tambbém desejamos que todos se amem uns aos outros. A diferença é que não afundamos na ignorância as opiniões diferentes sobre nós e muito menos tentamos provar a ninguém que os outros estão errados. Fui bem claro?


Bem pessoal, isso é tudo. Espero que vocês tenham refletido bastante sobre esta matéria, que criei especialmente a toda comunidade gay. Com alguns debates em texto e tudo mais, com um pouco de humor também né? Mas é isso aeh, isso é só para vocês terem uma idéia do quanto a igreja católica se justifica para exercer o preconceito contra homossexuais.

Ateh mais pessoal...


Créditos: Textos em azul claro: VS Blog - Seu Canal de Informação Católica

Textos em branco: Gabriel Myslinsky

Leia Mais...

Sonho e Realidade, a diferença:

Já repararam que a vida pode ser dividida em dois pontos, onde um deles é o sonho e o outro, a realidade?
Em nossas mentes imaginamos situações, pensamos em como gostaríamos que nossas vidas fossem. Não é?
Você alguma vez esteve num lugar sozinho e fechou seus olhos porque queria que alguém estivesse ali do seu lado?
Dentro da sua cabeça você imaginou essa pessoa e a sentiu com você. Mas depois de abrir os olhos encarou a realidade, a pessoa não estava lá? Foi tudo mentira!
Quantas coisas parecidas com esta acontecem com você? Acontecem na maior parte do tempo? Se a resposta for sim meu amigo, você é um sonhador, como eu, como muitos...
Nós procuramos por algo que não existe no mundo de verdade.
E sabe o que é mais intrigante?
Procuramos por coisas que poderiam existir e não existem porque dependem de outras pessoas para ser real.
Amor é um exemplo...
Tem como amar sozinho? Não seria sinônimo de solidão? E não poderia ser bom se não dependesse de alguém para que fosse feliz?
Nós estamos no fundo do poço, acreditem...
Hoje fui tomar um banho e imaginei uma coisa: ele ali comigo! E me perguntei porque minha mente agiu assim...
Não podemos satisfazer os nossos desejos pois temos a permissão de sonhar mas o resto, o resto do mundo nos coloca barreiras!
Eu procuro uma resposta para isso, porque de a vida ser tão dolorosa.
Já reparou que quando você está sofrendo por alguma coisa, você tem a ligeira impressão de saber o porque está chorando e qual foi o erro que você cometeu para que isso pudesse acontecer?
Pois bem, percebeu minha resposta?
Nós sonhamos pois fazemos da nossa própria realidade um campo de batalha, e lutamos... Lutamos porque? Porque queremos mais do que podemos ter e não damos valor ao que temos...
Quem poderia dizer que se sente completamente realizado?
Por isso sonhamos! Pois queremos sempre mais...
E sofremos, sabe porque?
Porque a realidade, a natureza, não pode permitir que tenhamos o infinito em nossas mãos.
Sonhamos pois queremos ultrapassar esse limite e sofremos porque a realidade é o caminho para que possamos aprender a aceitar esses limites e nos contentar.
Essa é a verdade!
E aí? Vai continuar feito um babaca sonhando ou vai aprender a controlar seus limites? Gabriel, seu otário!
Leia Mais...

Eles Só Pensam Nisso:

Mais uma coisa no mundo que me deixa fuzilando os neurônios: Eles só pensam nisso! Precisa dizer mais alguma coisa?

Tudo começa numa sala de bate papo, onde todo mundo entra por apenas um motivo: Sexo!
Usam apelidos realmente ridículos e a única coisa que dizem são as palavras "idade" "tc de onde" "ativo ou passivo" (??) Que merda é essa?
Depois vai pro msn, aeh vem aquela coisa: Eles olham sua foto, pedem seu telefone, marcam um encontro e tentam arrumar um geito de te comer, dar pra vc, chupar seu pau e vice versa. Toda cidade grande é assim, é uma realidade assustadora!

Mais assustador ainda sou eu, que se sugeita a este tipo de experiência apenas para ter um meio de fazer uma postagem assim para vocês. (Estão vendo como sou dedicado?)

Estou em São José dos Campos e cada dia estou saindo com um garoto diferente, bem, até aí tudo bem, mas conheci um cara hoje que tem um lema: Transar primeiro, conversar depois.
E lá vai eu caminhar para mais uma aventura...
Como conseguimos sentir prazer dessa forma? As pessoas não acreditam mais no amor? Não temos mais sentimentalismo? Gostamos de viver como animais?
Pelo que vejo por aí, a maioria das respostas são sim, nós fazemos desse geito.

É dificil viver num mundo onde procuramos por alguém legal mas só encontramos pervertidos sexuais. Vejo que a internet é uma grande putaria e os verdadeiros homens não se encontram nela. Nem numa balada Gay, ou em uma Dark Room. onde eles estão? Talvez no armário!
Meu Deus, sou realmente louco!
Estou pensando aqui comigo mesmo:
- Como vai ser encontrar com esse cara e comprimentá-lo com sexo? O que vai ser da conversa depois? onde vou jogar minha intimidade, e a vergonha, onde ela vai parar?
Porém, pelos meus textos eu faço tudo e eu compartilho cada momento de minha vida com vocês, meus amados leitores.

É um fato: Se vc está num lugar onde as pessoas são assim, como fazer? Ser diferente delas não vai fazer com que vc encontre alguém que possa ser igual a você. E vc vai estar sempre a se deparar com este tipo de doente sexual, os que fazem a grande maioria.
Só posso me divertir com isso, desmascarando estes caras, pois eles, eles só pensam nisso!
Leia Mais...

Ideias Novas, Blog Modificado:

Bem, há muito tempo não escrevo nada para este blog não é mesmo?
Para ser sincero, nem sei se as pessoas ainda acompanham minhas postagens.
É fóda, a gente se dedica ao máximo, tem as ideias, transmite os pensamentos, divulga no orkut e o caralho a quatro. Mas o que acontece?
As pessoas não sabem apreciar e dar o valor.
Mas vida de escritor é assim mesmo, a maioria deles só tem seu trabalho reconhecido quando morrem. Acredito que a morte é uma forma das pessoas terem curiosidade sobre o que fizemos quando vivos, e para um escritor, a única lembrança são aquelas linhas digitadas ou manuscritas que ao longo da vida deixamos para trás. Talvez para as pessoas, mas realmente, para nós mesmos. É apenas uma forma de dar vazão a nossos sentimentos. Todos encontram uma maneira, mas eu prefiro escrever.

É estranho, ás vezes tenho essa curiosidade de saber o que as pessoas pensam e sentem quando leêm meus textos. Sei, até mesmo, que alguns apenas passam os olhos e não entendem nada. Também tem aqueles que ao longo da leitura, não sabem seguir a pontuação, tornando tudo uma grande merda.
Não sabem apreciar meu trabalho.
Mas a garantia de tudo isso, tenho guardada aqui, pois faço de coração...

Dessa vez tentei escrever algo sobre mim, mas tudo não passou de uma explicação que nem ao menos sei definir o sentido...
Talvez seja a falta de tempo, ou talvez a falta de ideias. este é um blog sobre sexualidade mas ás vezes faço uma salada do caramba, misturando todas as postagens.
Talvez por isso tenha modificado o título do blog.
Talvez eu passe a escrever um pouco mais, sobre outros assuntos.
O que importa é que tenho várias visitas registradas por aki, e qto mais elas crescem, mais me sinto realizado...

Então, por hoje é só...

Até mais pessoal!
Leia Mais...

Opções e Escolhas:

Olá Shugas de plantão! A todos vocês leitores, deixo mais uma postagem registrada. Bem, muito tempo sem atualizações não? Mas vocês sabem como é que é neh? O escritor dos Shugas precisa de experiências para ter o que relatar e ultimamente eu estava meio pobre de tudo isso.
Mas agora vem uma bomba, espero que todos gostem!

Venho falar de opções...
O que um gay boyzinho tem a escolher?
São varias as opções!
Ele pode procurar por alguma biba escandalosa e afeminada, pode se relacionar com caras casados que gostam de pular a cerca atrás do pau que suas mulheres não tem e que eles tanto gostam... Sério! Isso é muito comum. Até aconteceu comigo uma vez. Conheci um cara pela web do bate papo e quando marcamos o encontro descobri que ele era noivo de uma delegada e que teríamos que fazer as coisas ás escondidas na casa dele. À risca de levarmos um tiro da chave de cadeia ein? Kkkk!
Mas voltando ao assunto...
Nós gays temos muito a escolher pois nosso mundo é cheio de diferenças entre uns e outros.
Tem aqueles travestis que só ficam com héteros, que trepam e depois nem olham mais na cara do sujeito. Tem aqueles bissexuais que se escondem de todos e mal sabem que seu nome corre solto na língua das bichas que ele já catou. Tem uns até que dão uma de machão e no fundo no fundo gostam de dar a ré no quibe! Rsrsrsr!
Tem aqueles que ficam no muro, sem saber para que lado pular. Sabem tudo sobre o mundo gay. Estão sempre ligados nas novidades e até foram um dos primeiros a saber que o Rick Martin saiu do armário. E de cima do muro ficam só assistindo, sem aquela coragem que nós temos, esperando o momento certo de surpreender a todos, aparecendo por aí de mãos dadas com um gatinho ou simplesmente gritando para o mundo todo ouvir: Estou pronto, eu sou gay!
Tem aqueles que são apenas na teoria, dividindo esta experiência apenas consigo mesmo, com seus cinco dedos, seu instrumento e sua mente focada em alguém que eles conhecem. No banheiro à noite, com o caralho na mão, imaginando que tem alguém ali fudendo eles, bem devagarzinho. Hehe, acho que esses são os piores, mas eles existem, acreditem!
Tem aqueles que tem tudo na cara, um jeitinho que qualquer gaydar detecta e uma língua que diz o tempo todo: “Uffo! Sai fora!”. São aqueles que se sentem penetrados o tempo todo por algo que eles gostam mas não podem lidar. Futuro? Uma super bicha, enrustida ou assumida, tanto faz!
São várias as opções...
Devemos ter o discernimento para saber escolher o tipo de pessoa certa para nós.
Cada um tem uma maneira de pensar e acho que escolhemos aquele que mais combinam com a gente.
Por exemplo:
Héteros sempre escolhem os travestis, porque? Porque muitos curtem aventuras, sexo anal (quando não podem pedir isso as mulheres), ou até mesmo escolhem porque não conseguem passar uma noite sem “catar um bicho”, como dizem aqui em Minas. Quando não conseguem uma mina, no fim da noite sua única opção é procurar por alguém que chegue mais perto disso. Não digo que todos são assim, ou que eles não conseguem “catar as muié” mas... Pelo que vejo aqui em Madre, acho que tem muito hétero assim. São uns caras que mal sabem que tem um lado ma-Ra-vi-lho-so dentro deles, que eles simplesmente botam naquela regrinha básica que diz: Os homens comem, os veados dão! Francamente neh?
ignorantemente falando pra pessoas ignorantes aqui ok pessoal, não confundam as coisas tah?
Também acho que os magrinhos escolhem os mais fortinhos e vice versa, pois os magros tem sensualidade e os musculosos tem pegada forte. O que combina muito quando se trata de um casal que une estas duas características.
Os moreninhos escolhem os branquinhos.
Os passivos escolhem os ativos apenas.
Os assumidos gostam daqueles que estão saindo do armário.
Uma lésbica lady geralmente curte uma bofinha.
E por aí vai...
Quem disse que no mundo gay gostamos do que é igual? Nada a ver! Existem estas diferenças que optamos por escolher...
E tudo é questão de opção!

Gostaram?
Então até mais galera!

Gabriel Myslinsky se despedindo aki...

Bye!
Leia Mais...

O Fim de um Namoro:


Meu coração está doendo agora e eu sei o quanto isso machuca. Mas não por culpa dos meus erros. Acho que isso foi algo que fiz, pois acreditava que era uma justificativa para sua ausência. Meu coração está partido, pois você não está do meu lado agora. Depois de promessas e palavras, você não está aqui. Por isso decidi terminar, por não ter mais condições de continuar. Eu preciso de alguém presente e você não está sendo. Entendo que terei que sofrer muito ainda para te esquecer. Mas é esta a vida de alguém como eu, que não consegue amar com paciência. Alguém que deseja que tudo aconteça a seu modo. Alguém egoísta que só pensa em seu próprio prazer e cobra dos outros algo que eles não podem dar. É assim que eu sou. Mas por favor, não pense que eu não tentei. Eu mudei minha vida por você, me escondi, fingi para não levantar pistas, coisa que não gosto de fazer. Comprei um presente que você nem ao menos veio buscar. Fui carinhoso em todos os momentos que conseguimos passar juntos. Tua falta de vontade de lutar faz-me agora pensar que você só queria me curtir, me comer e esperar que eu fosse ao seu encontro, para que tudo pudesse acontecer de novo. Eu não acredito que você luta por mim, acredito que você apenas se desculpa pelas situações. Por isso estou decidido agora a nunca mais querer te ver de novo. Não quero que você sofra, mas estou pouco me lixando para o que você vai fazer de sua vida agora. Se vai procurar por outro homem ou se vai voltar a se relacionar com mulheres, isso não me interessa. Mas sei que o que vivemos você nunca irá esquecer. É algo que vai marcar sua vida para sempre. Pois eu fui seu primeiro, talvez o único e sempre serei um segredo em sua mente. Agora vou deixar um pouco de lágrimas para você, para que tudo fique mais belo. Pois não vou sofrer porque você pisou na bola, mas sofrerei porque um dia me apaixonei e meu amor foi forte o suficiente a ponto de me fazer chorar. Fique com os anjos, pois não poderá mais ficar comigo. Adeus...
Leia Mais...

Duas Pessoas, Duas Vidas:

O que dizer de duas pessoas que saíram do armário arrombando as portas e dando as caras para o mundo de uma forma completamente louca?
Duas pessoas que já curtiram muitos relacionamentos, que já pegaram várias pessoas e que sempre tiveram vários admiradores(as) grudados em seus pés, loucos por uma chance?
Duas pessoas que para viver sua diversidade sexual tiveram vários parceiros(as), que se jogaram numa vida sexual relevante e excitantemente sem compromissos?
Duas pessoas lindas que ficaram com muitos(as) mas que não conseguiram ser fiéis e acabaram pisando no coração de muita gente?
O que dizer agora destas mesmas pessoas, numa idade mais madura, procurando por um amor e só encontrando a solidão? A tristeza, a decepção?
Tentando em vão e nunca conseguindo encontrar alguém com quem possam viver uma linda história de amor, cheia de confiança e fidelidade?
É uma situação difícil de se entender.
Com o tempo, vamos crescendo, ainda procurando.
Com o tempo, vamos aprendendo a viver, aos poucos, tentando encontrar um sentido para nossas vidas.
E chega um momento que nos perguntamos: Será que poderia ter sido diferente?
Nós ainda choramos por tudo o que já fizemos no passado.
Uma vida cheia de sexo, curtição, pegação, sem nenhuma responsabilidade nos jogou neste buraco. Nem ao menos socorro podemos pedir pois achamos que ninguém pode ser a pessoa certa para nós dois!
Até quando continuaremos assim? Vivendo de poucos momentos, sonhando com um futuro ao lado de alguém que possamos confiar?
Somos duas pessoas que se perguntam: Porque a vida é tão complicada? E onde está o amor?
Se alguém puder responder, por favor, nos ensine, pois preciamos de alguém para amar!
São duas vidas, duas pessoas e a mesma merda, pedindo um pouco de carinho.
Tem alguém aí nos ouvindo?
Gabriel myslinsky & Regiane Tchula.
Leia Mais...

Fidelidade Sexual é uma Dificuldade:



A maior dificuldade de um homossexual, homem, é manter uma relação fiel com um parceiro. A homossexualidade não aceita bem a idéia monogâmica da fidelidade sexual. O amor existe entre duas pessoas, mas nunca pode ser considerado quando estas estão sobre uma cama, fazendo sexo.
Quando seu corpo entra em estado de êxtase orgástico, não tem jeito, a cabeça de baixo toma conta de tudo. E quando se está com a lguém, tanto seja seu namorado, um amigo íntimo ou até mesmo alguém que você conheceu em uma noite e já se jogou ao prazer sexual com tal pessoa, você não consegue se livrar da necessidade em que seu corpo se encontra de satisfazer o desejo sexual e ir até o fim. Na hora dosexo, os sentimentos parecem desaparecer, o consciente age inconscientemente e você se entrega, sem medo e sem receios, a um único objetivo, vulgarmente falando, gosar. E quando se tem um compromisso com alguém que não seja este, poucos minutos depois, quando você retorna a sua consciência, acaba se arrependendo do que fez.
É difícil lidar com uma traição, porém, o mais difícil é lidar com a necessidade de trair. Nós, sempre procuramos uma forma de matar nossas vontades, e , quando se tem um namorado, logicamente, o que ele não pode fazer por você, seu instinto o faz procurar com que outros o façam. É nessas horas que nos perguntamos: Como saber diferenciar o amor do sexo? Sexo sem sentimentos é realmente uma traição ou é algo que não se pode evitar? Como viver um relacionamento sem crises sexuais? Como saber se o parceiro realmente te ama ou finge amar, apenas para conseguir a dádiva do sexo contigo?
Bem, não é fácil responder, mas existem algumas definições que podem ajudar: Primeiro, o amor não se demonstra apenas no ato sexual, nem nos momentos íntimos a dois. Ele se mostra no comportamento, nas atitudes, na forma em que a pessoa amada lhe trata. Alguém que transa com você, não apenas transa, mas mantém um re lacionamento amigável contigo. Nesse relacionamento é que se pode provar se a pessoa te ama ou se apenas te usa.
Devemos então prestar mais atenção e nos fazermos às seguintes perguntas: Ele me trata com carinho ou com frieza? Ele está comigo em todos os momentos ou apenas nos momentos de alegria e prazer? O que ele faz por mim? Como ele faz? Ele assume nossa relação e a aceita numa boa ou ele se esconde o tempo todo, revelando-se apenas na cama, escondido? Ele diz que me ama sempre ou apenas quando estamos excitados? Analise bem as respostas, pois se forem positivas, você pode estar sendo amado realmente. M as se a respostas se seguirem para um rumo mais próximo do sexo, com certeza, sua relação não passa de sexo. Então é que vem a questão. Se uma relação tem por nome namoro apenas como uma fachada logicamente isso não é real. Devemos saber diferenciar namoro de curtição. Se for apenas sexo não há porque se culpar ao fazer sexo com outra pessoa.
Mas se você realmente acredita que seja amor, lute contra os teus desejos de infidelidade. Pois você saberá se ama realmente quando conseguir dizer não as necessidades de seu corpo e deixar o coração falar mais alto, colocando em primeiro lugar aquele que você se relaciona. Muitos casais iniciam um namoro sem ao menos saber o que isso significa o que traz muitas decepções para o casal. Namorar não é apenas dizer que namora. Namorar é compreender e ser compreendido, é estar presente em todas as horas, é querer bem aquele que está ao seu lado.
É um erro começar a namorar com alguém apenas por sexo, pois se assim for, uma hora ou outra, a traição acontece. Um namoro é verdadeiro quando duas pessoas se entendem e sexo é apenas algo inconsciente que fazemos apenas por um prazer momentâneo.
Leia Mais...

Madre de Deus de Minas

Madre de deus de Minas!

O que falar sobre essa cidadezinha onde vivem os Shugas?

Bem, é uma cidadezinha pequena, do estado de Minas Gerais, com mais ou menos seis mil habitantes e que é banhada pelo Rio Grande.

O que mais poderia dizer? Bem, não tenho palavras. Mas acho que o melhor a se fazer é contar um pouco sobre como a homossexualidade é vista pela população hétero.

Apesar da maioria dos meninos serem uns encubados da vida que saem por aí pregando a moral machista e ficando com travestis ás escondidas no final da noite, culpando a bebida depois e tal. (Fato: já comi vários deles e quem passou por essa experiência comigo hoje em dia nem olha mais para mim.) Coitados, vivem no armário. Ok, mas do que adianta questionar sobre eles? Eles nunca irão assumir mesmo né? Eles são assim e eu não poderia estar mentindo, pois tenho amigos que me contam tudo sobre o que fazem com estes supostos “héteros” e também tenho um gaydar que detecta muito bem este tipo de pessoa.

Basta fazer uma simples perguntinha e todos vão entender: Quem nunca passou uma noite na casa do cabeleireiro mais famoso da cidade? Taí um esconderijo perfeito para eles. Em Madre de Deus de Minas um ditado é considerado moral: Um homem que come outro homem não é gay! (Isso me lembra a cena do filme Brokeback Montain, depois da transa na barraca, rsrsrs)...

O preconceito em Madre de Deus de Minas também é considero moral. Um emprego decente para um gay assumido aqui é praticamente impossível. Os comerciantes não empregam mesmo, pois não querem “queimar o filme” do seu local de trabalho. Isso explica o porquê de um Shuga estar sempre se ferrando na vida.

Na prefeitura, nos postos de saúde, nas escolas e nos hospitais (como se tivesse mais de um), trabalham alguns gays. Todos eles “discretos”. Mas pensem bem, o que eles têm que os Shugas não têm? Dinheiro e medo! Eles vivem sua homossexualidade no armário. Não namoram ninguém. Não se expõem para a sociedade e apesar de terem um semblante mais do que afeminado estampado no rosto são aceitos. Por quê? Algo que até hoje não consigo entender.

Aqui as pessoas te tratam bem quando você está frente a frente com elas, mas basta virar as costas que elas jogam sobre você todas as críticas que tem em mente.

Não existe nenhuma lei de apoio a homossexuais. Eu por exemplo já fui agredido algumas vezes, mas o que eles fizeram? A polícia chega sempre no final de uma briga e quando fui vítima de homofobia, deram um jeito de me rotular como o culpado pela situação.

O prefeito que está no poder agora havia me prometido um emprego na época das eleições, mas a única vez que precisei de sua ajuda fui humilhado. Eu estava passando por dificuldades com meu ex namorado, fomos até o seu gabinete, pedimos uma ajuda e ele tirou uma nota miserável do bolso, me entregou e perguntou se eu iria comprar maconha com o dinheiro.

É TAZINHO. Você pode até pensar que agiu certo se sentindo na obrigação de ter me feito esta pergunta simplesmente pelo fato de eu ser rockeiro e gay mas...

Todos sabem agora e você deve se perguntar: O que eles estão pensando de mim?

Isso vai ficar registrado aqui para sempre!

Madre de Deus de Minas também tem o seu lado bom, mas isto não preciso estampar aqui, pois todos podem ver. Já que a toda a sujeira é escondida em baixo do tapete o mínimo que eu podia fazer é mostrar a você um pouquinho de toda esta merda que eles escondem!

Até mais pessoal.





Leia Mais...

Convivênica Hétero - Gay:

Olá pessoal, venho hoje falar sobre um assunto que realmente me intriga: A convivência entre héteros e gays.
A primeira coisa que gostaria de dizer é que uns são completamente diferentes dos outros. Entre os atos, as conversas, as atitudes, as concepções de pensamentos, enfim, sempre há uma discórdia e uma intolerância entre ambos.
Mas agora me pergunto:

- Quando as pessoas aprenderão a conviver bem umas com as outras levando em conta as diferenças?
É uma pergunta que ainda permanece sem respostas, não é mesmo?
Uma coisa que não concordo: Héteros se acham na realidade moral mais perfeita que existe no ser humano, se denominam corretos pelo fato de serem naturais e normais e com isso vêem a anormalidade nos homossexuais. Isso acaba levando ao preconceito, a descriminação e a exclusão. Eles devem tomar consciência de que, da mesma forma que eles não têm culpa de serem héteros, nós também não podemos nos culpar por sermos gays.
Isso é questão de personalidade, não mandamos nos nossos desejos, não mandamos nos nossos corações e não podemos fingir sermos algo que não somos e muito menos nos reprimir por culpa disso. Esse ato só traria sofrimento e nossas vidas não seriam vividas por nós mesmos, mas sim, pelos outros.
O fato é que não é vergonha ser hétero, não são vergonhosas tantas atitudes vulgares que eles tomam, mas ser gay é algo vergonhoso aos olhos das outras pessoas, pessoas convictas em uma realidade regrada, tradicional e moralista. Por quê? A sociedade é fraca para lidar com tal questão, essa é a resposta!
As diferenças existem meu!
Isso, a pessoa tem que concordar e respeitar!
O mundo não pode ser feito de igualdades sociopatas e, muito menos, uma sociedade não pode tentar convencer a todos a seguirem suas regras à risca.
Um exemplo de como a convivência entre héteros e gays é complexo é o programa Big Brother Brasil, deste ano (2010). Podemos ver claramente a diferença entre como Marcelo Dourado trata os gays da casa e como o Michel ou o Cadu, por exemplo, o fazem.
Isso nem é preciso descrever, está mais do que estampado na testa de todos os brasileiros.
Mas agora me digam?
Quem é considerado o mais forte daquele programa?
Dourado! Por quê?
Porque ele é um exemplo da ignorância heterossexual e infelizmente, isso prova que os brasileiros são preconceituosos e ainda não sabem lidar com o fato de existirem homossexuais no mundo.
Nós gays, muitos de nós nascemos héteros também, e fomos nos descobrindo.
Um fato interessante, nenhum hétero gosta de ser chamado de gay, para eles isso é uma ofensa, não é mesmo? (Machismo à tona).
Então, porque, sem nada saber sobre nós, inventa gírias ridículas para nos rotular?
Se eles não gostam de serem chamados assim, porque chamam os outros?
Tais gírias ofendem tanto aos héteros, porque, acham que isso é uma realidade nojenta e vulgar (apesar de não conhecer a realidade do mundo gay) e também ofendem os homossexuais, porque, sabemos que a forma em que ele nos enxergar não é a realidade que eles acreditam que seja.
Veado, sapatão, queima rosca, baytola... É ISSO QUE ELES PENSAM QUE NÓS SOMOS!
E tais palavras existem um significado para eles, apenas para eles, héteros, não para nós, gays e lésbicas, pois não somos nada disso!
Galera! Abram os olhos! Vamos aprender a conviver com as diferenças! O mundo seria bem melhor assim!
Leia Mais...

Uma Nova Forma de Homofobia:

Bem galera, todos nós sabemos que a homofobia é um medo que resulta no desprezo pelos homossexuais, muitas pessoas sentem esse medo e por esse motivo se tornam preconceituosas.
Mas quero mostrar um lado diferente da homofobia nesta postagem.
Penso que também são homofóbicos aqueles que têm medo de eles próprios serem homossexuais ou que os outros pensem que eles são. Tudo não passa de uma repulsão a si mesmo quando tal pessoa não consegue lidar com o fato de manterem ou desejarem uma relação com pessoas do mesmo sexo.
Isso acontece pois tais pessoas se amedrontam diante do ódio generalizado que é jogado sobre os gays e receiam perante a hipótese que também podem ser uma vítima dessa discriminação. Na maioria das vezes, tais tipos de homofóbicos se escondem, mentindo e enganando a si mesmo e as pessoas que convivem junto a eles.

O heterossexismo faz de um hétero um ser superior perante a sociedade, pois as morais os consideram poderoso aquilo que é “normal” e “natural”. Sendo assim eles sentem que tem uma força maior e que nunca podem ser desafiados, mudados ou vencidos. Esse é um grande motivo pelo qual as pessoas tem medo de assumir sua sexualidade. O medo de não ser mais considerado “normal” ou “natural” e acabar perdendo seu apoio pela maioria da sociedade que se considera superior pelo fato de serem heterossexuais.
Esse também é um tipo de homofobia e o melhor a fazer é
colocar os pés no chão e sair do armário. Pois todos nós temos o direito de sermos o que acharmos convenientes.
A homofobia é um medo que domina as pessoas mais mesquinhas e sem coragem.
Oh pessoal, ser homofóbico é mais constrangedor do que ser um hétero preconceituoso.
Todos nós somos livres!
Abram suas asas e voem, percam o medo, vivemos em um país livre. Então para que se prenderem a si mesmos?
Leia Mais...

Somos Julgados Pelos Nossos Erros:

Olá Shugas!
Estou aqui para compartilhar com vocês mais um pensamento meu.
Andei refletindo sobre a vida hoje e tive alguns pensamentos que gostaria de passar a vocês em forma desta simples mensagem:
Muitas pessoas nos consideram um lixo pois nos julgam de acordo com aquilo que fazemos de errado, nunca reconhecem o que fazemos de bom e não pesam nossas atitudes na balança, assim, nos julgam injustamente de acordo com nossos defeitos.
Eu acho que ninguém é perfeito, ninguém tem o direito de apontar os defeitos dos outros, pois todos erram o tempo todo e nunca se cansam de errar.
Uma frase muito legal que li no msn do nosso amigo Robson diz o seguinte:

- Antes de apontar um cisco no meu olho, tire as travas dos teus!

Penso, se todos seguissem estas palavras o mundo seria bem melhor. Mas isso não acontece e está longe de acontecer.
Outra coisa, todos nós estamos aqui para aprender, conquistar virtudes e moral e para isso todos devem errar, pois o erro nos ensina mais do que qualquer tipo de acerto. É provando as consequências de um erro que começamos a pensar no que realmente é correto fazer. Estou mentindo?

Também acho uma grande injustiça jogar na cara das pessoas o que elas fazem de mal. Pois assim, não estaríamos ajudando em nada, mas sim causando um sentimento de humilhação e culpa que traz a revolta e mais falta de consciência ainda. E com isso o erro é certo, acontece novamente e cada vez mais.

Vejam bem:

Eu, Gabriel Myslinsky, escrevo nos meus blogs coisas boas, com as melhores intenções possíveis. Para fazer as pessoas refletirem, se sentirem melhores e aprenderem um pouco com a vida e com minhas experiências.
Mas me digam, tudo o que eu escrevo é passado adiante? Não! Isto fica apenas nas páginas da internet. Infelizmente.

Agora imaginem que eu estivesse bêbado, entrando na frente de carros e vomitando.
Isto sim, seria passado adiante, e rapidamente todos estariam comentando e me julgando.

Pois bem, esta é a realidade nua e crua!

Espero que após ler esta postagem, todos vocês tenham aprendido alguma coisa.
Quem me conhece de verdade sabe muito bem que meu coração é puro e que o inferno são os outros que fazem!

Um abraço galera! Até mais!
Leia Mais...

Masculino VS Feminino:

Estou aqui hoje para falar sobre os dois lados, as duas dualidades, as características, os desejos, enfim, um pouco da personalidade de cada um dos sexos:

HÉTEROS

Meninos são brutos, gostam de aparecer, conquistar, dominar, são cheios de segredos e nunca dizem o que pensam de verdade, vivem se escondendo e se tal coisa não estiver de acordo com suas regras, Booom! Eles nunca assumem.
Meninas são passivas aos caras, são discretas, se importam muito com sua aparência, são cheias de sonhos, sentimentos, paixões, são discretas, amam de verdade, sabem expressar o que sentem e se importam muito com seu próprio valor.
Meninos só querem curtição, pegação, se aproveitam da fragilidade feminina e mentem o tempo todo, dizem estar apaixonados para todas as meninas que conversam somente para conseguir transar com elas no final.
Meninas sempre caem na lábia dos meninos se estiverem seguras, algumas delas não se entregam, gostam de dar uma de difícil, mas sempre estão analisando os caras, pois gostam de escolher, ao contrário dos meninos.
Meninos conversam sobre futebol, mulher, luta e sexo na maioria de seus diálogos.
Meninas conversam sobre os defeitos dos meninos, discutem sobre moda, sobre o que combina ou não com sua vaidade e tal.


GAYS

Meninos, ou são afeminados ou são privativos, tem muito medo da idéia de se mostrarem em público, se disfarçam o quanto podem para não perder a moral, afinal, o preconceito contra os caras é bem mais forte nesse ponto. (odeio isso!)
Meninas não se importam, se elas são lésbicas, elas são mesmo, sem reticências. Não demonstram em seu jeito de se vestir, a não ser que gostem de passar por um garoto, e sentem a necessidade de dizer a todos os que confiam o que são de verdade.
Em um relacionamento entre garotos o que predomina é a brutalidade, eles dão mais importância ao sexo e tem dificuldades para dizer quando se amam de verdade. Gays odeiam monogamias e se são afeminados, eis aí um problema, tentam se mostrar o mais feminino o possível somente para conseguir a atenção dos caras “héteros” que gostam de fazer sexo com pessoas como eles.
Entre as garotas é diferente, elas são carinhosas, amam de verdade, se importam com a opinião da outra e qualquer discussão é resolvida na cama, com um banho de amor e carícias. Meninas fazem planos, sonham, idealizam, e tentam viver com sua parceira da forma mais amorosa o possível. Mas as vezes elas se cansam do melodrama e passam a ter uma personalidade mais rebelde, se envolvendo em aventuras e fantasias, também.
Leia Mais...
 
Visão de Mundo © Copyright | Template By Mundo Blogger |