Blog em Manutenção:

Blog em manutenção, desculpe-me o constrangimento... Em breve o novo design estará pronto, obrigado pela atenção.

Sexualidade Flui


Bem, vou contar uma historinha para poder dar uma introdução a esta postagem, prestem atenção:

Antigamente, quando eu era hétero ainda, não sabia nada a respeito do mundo gay. Eu olhava para os garotos sem segundas intenções e para mim todos eles eram “homens”.
Não sabia diferenciar um gay de um hétero e nem ao menos sabia o que era a homossexualidade. Para mim, os gays eram aqueles meninos que se vestiam de mulher e se caracterizavam, e as lésbicas, aquelas que se vestiam de homem e se comportavam como um.
Como eu era leigo não é mesmo?
Mas com o passar do tempo fui prestando mais atenção nas coisas, comecei a reparar em meus amigos, começou com pequenos detalhes e depois, entre os meus 17 e 18 anos comecei a imaginar como eles eram por trás das roupas que eles usavam.
Mas é claro que isto era uma coisa que eu tive que esconder, afinal, não é nada fácil desabafar este tipo de assunto a alguém. Só de saber que eles poderiam me comparar a um daqueles meninos/mulher me subia um frio pela barriga, era um medo do caramba.
É, mas as coisas nunca ficam paradas por muito tempo, tudo tem que evoluir, e um dia eu descobri que eu também estava precisando mudar de cena.
Fui alimentando este desejo até que um dia fiquei com meu primeiro garoto, aos 18 anos.
No início me senti mal e humilhado, não queria que ninguém descobrisse e passei a pintar uma fachada. Então, com o passar do tempo fui me mostrando cada vez mais até que assumi ser bissexual, o que não durou muito tempo, é claro. Hoje sei muito bem o que quero, e luto por isso, luto pelos meus direitos e pelo meu merecido respeito.


Mas bem, vocês devem estar se perguntando agora, o que minha história tem a ver com o título da postagem? Bem vou explicar:

Com o tempo vamos conhecendo o mundo, e vamos enxergando as diferentes formas de personalidade por um ângulo diferente. Eu pensava que o mundo gay era de uma forma e acabei descobrindo que na verdade é completamente diferente do que eu pensava ser. Afinal, acho que todo hétero pensa assim de nós homos, tanto homens qto mulheres, pois eles não conhecem a realidade e buscam um meio de rotular e de se convencerem a si mesmo que sabem explicar “o que é ser gay”.
Pois digo, sexualidade flui.
Alguém já ouviu falar do gaydar?
É isso mesmo, nós homossexuais conhecemos também os outros. Podem ser eles masculinos femininos, travestis e até mesmo aqueles que se comportam como machões ou feministazinhas para se disfarçar.
Hoje em dia consigo identificar um gay de um hétero, sei daqueles que podem ser gay no futuro e daqueles que ainda estão começando a pensar em ser, consigo até mesmo sentir o medo deles.
Sabe por quê?
Porque sexualidade flui e todos seguem o fluxo.


Gabriel Myslinsky

2 Comentários:

Gabriel Myslinsky disse...

Nossa! Realmente demais... Fui eu mesmo que escrevi isso? Ual!

Anônimo disse...

Parabéns, achei ótimo, muito bem escrito. tenho 17 anos, moro em Petrópolis. abraços!

Postar um comentário

Se deseja deixar sua opinião, fique à vontade. Obrigado: Gabriel G. Myslinsky.

 
Visão de Mundo © Copyright | Template By Mundo Blogger |